Textos

O avião (poesia marginal)

Leve aterrissa o avião no chão
Chão de nuvens de espumas
Espumas macias de plumas
Plumas que exalam perfumes
Perfumes de aromas de flores
Flores que espalham cores
Cores que ornam os espaços
Espaços abertos ao abraço
Abraço de arco-iris
Arco-iris bordando o céu
Céu onde voa o avião
Que leve aterrissa ao chão
chão de nuvens de espumas
Espumas e plumas que exalam perfumes
De aromas de flores
Flores que espalham cores
Que ornam espaços abertos de abraços
abraços de arco-iris bordando o céu
Céu onde voou o avião
Que leve aterrissa ao chão.
...
 
Luiz Viana
Enviado por Luiz Viana em 02/09/2019
Alterado em 02/09/2019


Comentários